Sindicato pede cortes de privilégios no TJPB para manter comarcas na Paraíba

Data 13-09-2017 07:03:52 | Tóopico: FETASP ON LINE

O presidente do Sindicato dos Servidores do Judiciário da Paraíba, João Ramalho, se posicionou, nesta quarta-feira (13), contrário ao fechamento de comarcas no Estado.

De acordo com João Ramalho, o fechamento das comarcas prejudicará tanto os servidores do Poder Judiciário quanto a sociedade.

“Não pode extinguir 15 comarcas através de resolução porque elas foram criadas através de projeto de lei que foram enviados a Assembleia. É inconstitucional”, afirmou.


João Ramalho defendeu que o Judiciário corte os gastos desnecessários e privilégios, e assessores no sentido de reduzir as despesas.                                                                                                                                                     

“Fizemos um cálculo que cada gabinete de desembargador tem 11 assessores e se fosse reduzido a 1 daria uma economia R$ 2 milhões no ano. Deveria também cortar o auxílio moradia que dá quase R$ 10 milhões por ano, as férias dos magistrados e as diárias e não reduzir as comarcas. Devemos é aumentar o número de comarcas”, sustentou.                                                                                                                                                    

O fechamento das comarcas foi debatido em sessão especial hoje na Assembleia Legislativa.                                                                                                                                                    

Veja no vídeo:                                                                                                                                                    

                                                                                                                                                    

Fonte:maispb





Este artigo veio de Federação dos Trabalhadores em Serviços Públicos no Estado da Paraíba
http://www.fetasppb.com.br

O endereço desta história é:
http://www.fetasppb.com.br/modules/news/article.php?storyid=4811