id="news"-->
FERNANDO BORGES ASSUME PRESIDÊNCIA DA FETASP/PB
em 24-02-2013 05:40:00 (386 leituras)

FB1O diretor de Finanças da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), Fernando Antônio Borges de Souza, assumiu no dia 6 de setembro de 2012 a presidência da Federação dos Trabalhadores em Serviços Públicos no Estado da Paraíba (FETASP/PB). Realizada na sede da federação, em Jaguaribe (PB), a posse se deu em virtude do falecimento da então presidenta Maria José da Silva Mendes. A primeira reunião da FETASP/PB, com o novo presidente empossado, ocorreu no dia 18 de outubro, no Hotel Guarani, em João Pessoa (PB). Fernando Antônio Borges de Souza, que foi presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Estado da Paraíba, até 1993, afirma que a ação política hoje está muito vinculada a uma relação cujas ações das entidades sindicais têm relação política.



“Há de se entender que existem facções e espaços dentro das organizações sindicais, especialmente nas Federações, confederações e nas centrais Sindicais. Assim como alguns dirigentes dessas entidades sindicais são vinculados politicamente a partidos, vamos abrir uma discussão e traçar planos de defesa para os servidores públicos. Faremos uma retomada das posições políticas com vistas a planificar as ações de cada uma dessas entidades. A FETASP/PB já decidiu, em sua primeira reunião, que fará a abertura de uma discussão política e sobretudo de preparação dos seus líderes sindicais para atuarem na defesa intransigente dos servidores públicos, junto às prefeituras e ao governo do Estado.” A gestão de Fernando Antônio Borges de Souza na FETASP/PB vai até 2015 e tem como lema “A Paraíba unida na luta.” “O plano da nossa gestão tem uma amplitude muito grande, é preciso dizer que vamos começar retomando posições que estão em ebulição dentro do processo, hoje, da organização sindical”. O presidente da FETASP/PB ressalta a importância de mobilizar os trabalhadores tanto na área do serviço público como na área privada. “O fortalecimento do Legislativo, do Executivo e do Judiciário, que fazem parte da democracia do país, passa pela organização sindical. O tripé da democracia no Brasil tem a classe política, a imprensa, e o terceiro pilar, indubitavelmente, é a organização sindical, ainda que as ONGs temten ocupar este papel não superarão os desafios para se consolidar”. O diretor de Finanças da CSPB afirma também que a organização sindical precisa fazer algumas mudanças, voltadas à participação na sociedade. O objetivo é fazer com que a sociedade entenda onde e como buscar os seus direitos e os sindicatos deverão ser interlocutores auxiliares desse processo. “No estado da Paraíba estamos nos preparando para fazer um trabalho, sobretudo, voltado para reordenar a FETASP/PB. A federação vai, a partir de agora, criar regionais no Estado. Nós temos hoje inúmeras entidades sindicais que estão filiadas a federação e começamos ocupar espaços a partir do sertão paraibano”. Fernando Borges acrescenta que foi na Paraíba que começaram a fazer negociação coletiva para servidores públicos estaduais, em um período em que o assunto sequer era discutido. “Estamos preparando a FETASP/PB para criar esse mecanismo de retorno quanto à negociação coletiva. Temos de ter a razoabilidade como consenso da discussão e fazer com que essa discussão seja fruto daquilo que interessa aos servidores públicos. Nós temos que conseguir não só reajustes salariais, mas sobretudo a inclusão do servidor público em ações que são, no final, considerados ganhos sociais. Nós queremos garantir os direitos dos servidores públicos. Vamos buscar o Ministério Público para agir em nome da organização sindical sempre que se fizer necessário garantir direitos. Não queremos que os servidores públicos tenham privilégios, mas também não aceitamos que sejam discriminados dos direitos e prerrogativas já concedidas aos trabalhadores da iniciativa privada, como direito a negociação coletiva, direito de grave e direito ao sistema de custeio da organização sindical”. PARTICIPAÇÃO NO 23º CONGRESSO DA CSPB Fernando Antônio Borges de Souza confirma a presença da FETASP/PB no 23º Congresso da CSPB, que será realizado de 19 a 23 de novembro, em Luziânia (GO), com uma delegação de 32 pessoas. “Nós vamos discutir temas importantes, dentre os quais destacamos políticas públicas e seus desdobramentos, precisamos entender como influenciar, participar e como acompanhar a aplicação e funcionamento das políticas públicas, saber se a nossa decisão está certa com vistas aos resultados. Temos também um tema importante e de relevância que discute o Estado Social de direito. Precisamos orientar as nossas lideranças e capacitá-las para a negociação coletiva na visão de um Estado interventor, quando nós queremos um Estado participativo. Nós precisamos discutir que tamanho é esse Estado que nós queremos. Esses são assuntos importante que estarão direta e indiretamente na pauta do 23º congresso. Nós queremos sair desse Congresso da CSPB com frutos e levar seus resultados para o confronto da prática, nas ações sindicais que deveremos implementar no estado da Paraíba”. SECOM - CSPB

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo