id="news"-->
Universitários denunciam prefeito por cobrar transporte escolar e gestor culpa a "crise"
em 09-10-2015 09:18:49 (264 leituras)

Os universitários do município de Ipaumirim, no vizinho estado do Ceará procuraram a reportagem do portalDiário do Sertão nesta quinta-feira (08) para expor um assunto que tem gerado polêmica na comunidade. O fato é que, os universitários afirmam que estão sendo obrigados a pagar 50% dos gastos dos ônibus escolares que os transportam até as instituições de ensino superior na cidade de Cajazeiras.



Um dos membros da comissão dos universitários, Raimundo Filho disse que nesta quinta-feira (08) aconteceu uma audiência no Fórum de Ipaumirim, ocasião em que o prefeito Wilson Alves (PSD) demonstrou ser irredutível em sua decisão. “Já estamos organizando um cadastro para os universitários, pois estamos sendo obrigados a pagar”, disse.

 

De acordo com Raimundo, como a Universidade Federal de Campina Grande está em greve, apenas os alunos das instituições particulares estão sendo transportados. Assim sendo, são cerca de 145 alunos e o valor a ser pago por cada um é de R$ 65,00 por mês. “Quando os alunos da UFCG voltarem o valor vai diminuir para R$ 45,00 por estudante, o que ainda é muito para o bolso do universitário”, relatou.

 

Outro lado

 

Procurado pela reportagem do Diário do Sertão, o prefeito de Ipaumirim, Wilson Alves disse que a administração municipal, assim como tantas outras, está passando por uma forte crise econômica e não tem condições de arcar com a despesa dos ônibus que transportam esses estudantes diariamente até Cajazeiras.

O prefeito disse ainda que, os estudantes não estão sendo obrigados a pagar o valor, mas que precisa do dinheiro para manter os ônibus circulando. “A gestão precisa dessa colaboração dos universitários”, disse ele. 
 

DIÁRIO DO SERTÃO

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo